5 motivos para ficar em casa durante a reforma

Se você decidiu encarar a reforma da casa sem se mudar, já deve saber que vai enfrentar algumas situações estressantes. O barulho, a bagunça e a sujeira são capazes de tirar qualquer pessoa do estado de humor normal. Apesar disso, enfrentar essa fase de renovação bem de perto proporciona aspectos positivos. Sim, é verdade! Selecionamos cinco motivos para você ficar em casa durante a reforma.

 

Repense decisões
Toda reforma exige planejamento. Um projeto detalhado evita imprevistos e ajuda a poupar dinheiro. Se você estiver presente em cada etapa da renovação, vai perceber que algumas soluções propostas não são exatamente o que você imaginava na prática. Ao presenciar diariamente a obra, você tem a oportunidade de mudar de ideia a tempo. Quem sabe ao assistir uma parede ser demolida, não surgem novas ideias que antes pareciam não fazer sentido?

Economize
Dessa forma, é possível evitar gastos com hospedagem e com a mudança dos móveis. Além disso, você pode se animar a fazer algumas atividades, como pintar as paredes, aplicar o papel de parede e outros acabamentos. Assim, sobra para investir em um material mais caro ou trocar algum mobiliário que não estava no planejamento.

Coloque a mão na massa
É gratificante olhar para a casa nova e saber que você contribuiu para a mudança. O ninho ganha um detalhe especial com o seu toque, não apenas nas decisões, mas também nas aplicações das ideias.

Perceba o que é fundamental
Uma das regras para enfrentar esse período é embalar todos os objetos pequenos e cobrir os móveis grandes. Quando algumas peças são tiradas de circulação e você não sente falta, é sinal que você consegue viver sem no dia a dia. Aproveite o momento de desembalar para fazer uma limpeza e renovar a decoração a partir dos itens que já estavam na casa, mas não eram usados com frequência.

Divirta-se
Apesar do estresse, acompanhar as mudanças feitas no fim de cada dia provoca um prazer indescritível. Um misto de conquista e dever cumprido. Vale a pena experimentar

Fonte: http://revistacasaejardim.globo.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *